Aldeia da Luz – É o progresso…

Aldeia da Luz – É o progresso…

Igreja Aldeia da luzSituada no concelho de Mourão a aldeia da Luz jaz agora submersa nas águas da barragem do Alqueva onde em 2002 os seus habitantes, vítimas do progresso, foram obrigados a abandonar as suas casas, rumo a uma nova réplica da mesma. Foi um dos maiores acontecimentos do género a uma escala global, mas maior ainda para os seus habitantes.

Construída a cerca de 2 quilómetros de distância da antiga, esta nova aldeia trata-se de uma réplica bastante semelhante à anterior, onde foi tentado ao máximo manter todas as suas características. As linhas de construção foram seguidas, assim como a disposição das casas, ruas, largos e monumentos. Construída uma réplica da Igreja Paroquial do Sagrado Coração de Jesus, da Fonte Santa, do largo central, e entre outras, do Cemitério, do qual foi feita a transladação total dos corpos, algo nunca feito até então em Portugal.

Aldeia da Luz

Passados estes anos e após tamanho sacrifício, a nova Aldeia da Luz mostra-se um caso de pouco sucesso para as suas gentes. A população diminui de 423 habitantes, em 2002, para 290 habitantes nos censos de 2011. O progresso prometido trazido pelas águas do Alqueva ainda não lá chegou. O emprego é algo que os filhos da terra têm de ir procurar fora dali. Todos estes fatores levam os seus habitantes a terem mais saudades da sua velhinha Aldeia da Luz. Esperava-se melhor advento para as gentes que se sacrificaram por um sonho chamado Alqueva. Da Aldeia da Luz restam agora memórias e lembranças, presas às gentes por músicas e quadras populares.

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Inline
Inline