Évora – A Cidade Museu!

Évora  –  A Cidade Museu!

Évora é uma cidade alentejana situada no distrito de Évora. Conhecida pelos seus belos encantos históricos desenvolveu-se em redor do seu emblemático centro histórico, considerado Património Mundial pela UNESCO. Da Praça do Giraldo, passando pela Capela dos Ossos ao Templo de Diana, Évora é sem dúvida uma Cidade a visitar. Évora é a única cidade portuguesa membro da Rede Europeia de Cidades mais Antigas.

Em Évora o dia nasce sem dúvida na Praça do Giraldo. Construída em homenagem a Geraldo Geraldes, o Sem Pavor que conquistou a cidade aos mouros, remonta ao ano de 1571. A calçada portuguesa convida a um caminhar descontraído e desfrutante. Ao centro surge uma fonte barroca em mármore, coroada, segundo a história popular, por Filipe III de Espanha que a julgou digna de tal. O tempo é medido ao correr das suas oito bicas, que carismaticamente simbolizam as oito ruas que vão dar à praça central da cidade. Em frente ergue-se no céu a imponente Igreja de Santo Antão. A sua presença é inegável na praça. Lá dentro, além de toda a beleza de um edifício desta envergadura, podemos vislumbar um magnífico e raro frontal de mármore no seu altar principal. Para bem aproveitar todo o encanto da Praça do Giraldo é fundamental termos tempo. A pé, e como quem deambula no tempo, absorvemos toda a restante construção histórica, sentamo-nos na explanada central da cidade e desfrutamos de tudo isto.

Praça do Giraldo
Praça do Giraldo

Seguimos viagem e o deleite de conhecer Évora continua. Mais a baixo avistamos mais uma das grandiosas construções da Cidade Museu, a Igreja de São Francisco que mesmo ali ao lado tem também a Capela dos Ossos. De arquitetura gótico manuelina, é uma das mais belas e grandiosas igrejas de Portugal. Construída entre 1480 e 1510 está profundamente ligada ao período da expansão marítima. Todo o edifício é de enorme grandiosidade arquitetónica, encontrando nele os mais diversos motivos de esplendor. Motivos não faltam para a sua visita, mas não é de mais realçar que é aqui que se encontra, segundo a história popular, sepultado o primeiro grande dramaturgo português, Gil Vicente. Cá fora, na sua fachada, as suas arcadas cumprimentam quem passa.

Igreja de São Francisco
Igreja de São Francisco

Ali mesmo ao lado, e parte integrante da majestosa igreja, somos convidados a visitar a Capela dos Ossos. Construída no sec. XVII o objetivo desta construção era transmitir que a vida é algo transitório e fugaz. O objetivo ainda hoje é cumprindo, pois logo à entrada somos recebidos com a frase: “Nós ossos que aqui estamos, pelos vossos esperamos!”. Somos assim avisados para o que aí vem. A luz natural lá dentro é fraca, mas é bem visível o que minuciosamente forra as paredes, ossos. Estima-se que sejam cerca de 5000 caveiras humanas e muitos milhares de ossos que ornamentam o interior da capela. É um lugar pesado, demasiado por certo para pessoas mais sensíveis, mas é sem dúvida nenhuma algo sublime e que merece a nossa visita.

 

Capela dos Ossos
Capela dos Ossos

 

Se há local que torna Évora uma cidade conhecida, o Templo Romano ou Templo de Diana é um deles. É um dos maiores marcos da ocupação romana em Portugal e na península ibérica. As ruínas fazem parte do que foi em tempos um templo erguido em honra do imperador Augustos. Sofreu várias modificações com o decorrer do tempo e é erradamente conhecido como Templo de Diana, nome que surge da também errada ideia do mesmo ter sido construído em honra de Diana, a deusa romana da caça. É muito possivelmente, o cartão-de-visita da cidade de Évora.

Templo Romano de Évora
Templo Romano de Évora

 

As opções em Évora são muitas, é sem dúvida uma cidade repleta de pontos de interesse. Para desfrutar bem de tudo o que há para ver em Évora um dia não nos chega. Não perca a Sé Catedral, o Convento do Calvário, o Convento de Santa Clara, o Aqueduto Água de Prata, o Paço dos Duques do Cadaval, entre muitos outros locais de invejável valor histórico e arquitetónico.

Mas nem só de património vive Évora. Fugimos agora à tranquilidade da cidade alentejana, e partimos à aventura. Se é emoções fortes que agora procuramos, é altura de seguirmos até aos kartódromo de Évora, onde é possível passar um bom momento em família ou amigos. Se é ainda algo mais forte que precisamos para nos sentirmos vivos, rumamos até ao Aeródromo de Évora, onde é podemos fazer disparar a nossa adrenalina a níveis máximos.

A paisagem natural circundante convida a longos passeios, a natureza foi generosa com Évora. Reina a tranquilidade e a beleza nestas terras alentejanas. A todos estes ingredientes juntamos a gastronomia local, rica como em todo o Alentejo. Aqui destacam-se as Queijadas de Évora, doce regional que por aqui é rei. De bom vinho também respira a região. São variadíssimas as conceituadas marcas do majestoso néctar que circundam a região.

Évora tem vida! A cidade acolhe carinhosamente os visitantes e repleta de valores, é um local que merece a nossa visita. Évora tem cor, cheiro e sabor!

1 comentário

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Inline
Inline