Monsaraz – Uma vila histórica que vais querer conhecer!

Situada no Alto Alentejo, junto à margem do grande lago do Alqueva, Monsaraz é um dos locais mais emblemáticos do nosso querido Alentejo. Sede de concelho em tempos, pertence desde 1851 ao concelho de Reguengos de Monsaraz, distrito de ÉvoraÉ comum confundir Monsaraz e Reguengos de Monsaraz, no entanto são duas localidades distintas, distanciadas por cerca de 15 quilómetros. Trata-se de uma vila histórica com enorme valor cultural e patrimonial, a visita é obrigatória!

A sua carta de foral, concebida por D. Afonso III, data de 1276, cerca de cem anos após a sua conquista aos mouros por Geraldo Sem Pavor. Construída no cimo de uma enorme colina, esta localidade desempenhou durante muitos anos a função de guardiã da fronteira com Castela, junto à margem do Rio Guadiana.

Castelo Monsaraz

Preservada ao longo dos séculos de uma maneira inigualável, Monsaraz é uma autêntica viagem no tempo. Restaurada com todo o rigor para manter os traços idênticos aos de outrora, transporta-nos de corpo e alma para a época medieval.

É possível dividir-mos a pequena vila em duas partes. Mesmo no topo temos o castelo e as suas muralhas que albergam a maior parte dos pontos de interesse, e mais a baixo uma zona mais residencial, que é hoje onde habituam ainda alguns habitantes e estão localizados a maior parte dos alojamentos locais disponíveis.

Como chegar?

A sua localização, no Alentejo interior a escassos quilómetros de Espanha, não tornam a viagem difícil. Dependendo de onde te estás a deslocar a rota poderá ser feita usando a A2 para quem vem de sul, ou a A1 tomando em seguida a A6 se estás a viajar do norte do país. O GPS ou uma pesquisa rápida no Google Maps irão deitar por terra qualquer dúvida que tenhas em como chegar a Monsaraz. Pessoalmente aconselho sempre alternativas mais “ruralizadas”, são sempre uma boa oportunidade para irmos conhecendo o nosso país.

A aproximação faz-se por Reguengos de Monsaraz, chegando por Évora mais a norte, ou Portel, caso venhas do sul pela estrada nacional IP2. Já não deverá ser um problema para ti chegar ao destino. Mais 15 ou 20 minutos e chegamos finalmente a Monsaraz.

Onde dormir?

Mesmo sendo uma pequena localidade, os locais de interesse a visitar são mesmo muitos, e como tal aconselho a uma estadia de dois dias pelo menos, contando com um dia para conhecer e visitar bem a vila e outro para os pontos de interesse circundantes à mesma.

O alojamento não será um problema de maior. Desde a estalagem, alojamentos locais e turismos rurais a oferta é variada e de excelente qualidade. A disponibilidade e os preços podem variar ao longo do ano, mas com a devida antecedência e meia dúzia de cliques são uma questão resolvida. O sossego e a calmaria reinam nesta pacata vila onde tão bem sabe descansar, por isso aconselho a que a escolha recaia sobre as possibilidades ali mais próximas, evitando deslocações maiores.

Uma das maravilhas Monsaraz é o facto de a grande maioria dos alojamentos locais terem um pequeno quintal ou terraço que nos possibilitam vislumbrar a vista quer para o castelo, quer para o Alqueva. Além disso proporciona óptimos momentos de lazer como um belo churrascos.

Pode consultar aqui a listagem de todos os alojamentos disponíveis da região.

O que visitar em Monsaraz:

Monsaraz não se resume apenas a uma vila histórica. Visitar Monsaraz proporciona um conjunto de experiências que vão desde a viagem histórica pelos tempos medievais, pelo desfrutar das suas paisagens naturais, gastronomia e vinhos entre muitas outra que nos fazem apaixonar por aquele cantinho alentejano.

A vila histórica de Monsaraz

O passado deixou-nos um legado histórico hoje classificado como património nacional. O complexo medieval é composto por o castelo e as suas muralhas que dentro albergam tantos outros edifícios que nos embelezam o olhar.

monsaraz

Castelo é sem dúvida o expoente máximo. Aberto ao público, para visita gratuita, proporciona-nos uma vista única sobre o lago do Alqueva. É possível subir às várias torres e visitar os diferentes componentes do mesmo. Ao centro, uma arena que serve de palco da festa taurina nas tradicionais festas de verão, assim como de belíssimo anfiteatro medieval. Bem lá no topo conseguimos sentir o quão bem vigiaria outrora este gigante, proporcionando uma vista além Guadiana que se estende até terras de Espanha.

Dentro das muralhas tudo parece permanecer inalterado com o tempo. É uma visão única, principalmente de noite. A Igreja Matriz, o Pelourinho de Monsaraz, o Museu do Fresco, a Casa da Inquisição, entre muitos outros edifícios presentes no interior das muralhas são sem dúvida também motivo de vista pormenorizada.

O artesanato está presente em diversas oficinas, e o comércio dá uma maior vivacidade ao interior das muralhas. Existem restaurantes onde podemos apreciar o melhor da gastronomia local, hospedarias e alojamentos, uma óptima loja de vinhos entre outros, todos eles devidamente enquadrados na arquitectónica local e histórica, não “ferindo” a beleza da vila histórica de Monsaraz.

monsaraz

Na circundante a pequena localidade, aqui mais residencial, foi assumindo o papel de hospedagem para quem por lá passa. Além das moradias de quem ainda mora em Monsaraz existe uma enorme oferta de alojamentos locais, que aos poucos foram sendo recuperados e se inserem gentilmente na paisagem.

Ainda em Monsaraz, no outro topo oposto do castelo, é possível visitar as ruínas da Ermida de São Bento, e ter uma vista fantástica sobre o lago do Alqueva e sobre o castelo e restante vila. A vista à noite deste local é sem dúvida nenhuma algo que não vais querer perder.

A natureza e envolvente patrimonial

Como já disse visitar Monsaraz é muito mais do que visitar apenas as suas muralhas e o seu castelo. A natureza assume um papel enorme na nossa visita. A envolvente do Alqueva é única!

Um dos mais populares pontos de interesse, principalmente no Verão será sem dúvida a Praia Fluvial de Monsaraz, que aproveita, e bem, a margem do Alqueva para proporcionar a quem lá passa refrescantes banhos e desportos náuticos. Recentemente construída, vem dar uma nova vida à região durante o Verão.

As belezas espalhadas pelo meio da natureza são mesmo muitos, o que aconselhamos um dia inteiro para por lá passear. Calça uns sapatos confortáveis e uma roupa desportiva e parte à descoberta! Hoje em dia com um telemóvel na mão chegamos a qualquer lado com facilidade.

monsaraz
Cromeleque do Xerez

Convento da Orada, Cromeleque do Xerez, Menir do Outeiro, Menir da Bulhoa, Complexo Megalítico do Olival da Pêga são nomes que devem manter convosco aquando a visita a Monsaraz. Os locais estão todos eles sinalizados, e o difícil é mesmo conseguir visita-los a todos.

Um outro local a visitar é também a Praia Fluvial de Mourão, localizada a escassos quilómetros de distância, bastando transpor uma ponte sobre o Alqueva.

 

 

One Comment

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *