Feira de Garvão – A Secular do Gado

Feira de Garvão – A Secular do Gado

Desta vez mostramos ao mundo um dos acontecimentos mais antigos e conhecidos do nosso querido Alentejo, a secular feira de Garvão. De contornos e realidade diferente ao que se ouve contar, a feira de Garvão mantém-se viva desde há vários séculos!

Sem aprofundar muito o elenco histórico, o relato popular data feira com mais de 500 anos. Sem sabermos ao certo o aquando da sua criação, existem relatos históricos, estes sim comprovados, de transacções feitas e terrados pagos no século XVIII. Tradicionalmente acontecia a 10 de Maio, no entanto a sua data foi agora alterada para o segundo fim de semana de Maio adaptando-se assim ao que é agora o nosso quotidiano.Feira-de-Garvão

Era nesta pequena vila do conselho de Ourique, distrito Beja, que as pessoas se encontravam anualmente para trocar e comprar bens. Os mais diversos ofícios corriam à vila, que por estes dias fervilhava de movimento. Dias antes começavam a chegar os rebanhos vindos de todo o lado. Era aqui, na Feira de Garvão, que se faziam os grandes negócios de gado. Conhecida um pouco por todo o país era uma das mais importantes feiras. Além de toda a importância nos mais diversos negócios era ainda um quase ritual, uma tradição. Nesta altura as pessoas encontravam-se umas com as outras, matando saudades que por vezes duravam um ano. Os filhos da terra que buscavam agora sustento fora corriam para Garvão.

Muita coisa mudou. Os mais diversos ofícios deixaram de vir à feira, muitos deles extinguiram-se mesmo. O gado chega agora de outra forma e perdeu a importância de outrora na feira. Entre muitas outras mudanças. No entanto há algo que se mantém. A feira de Garvão continua a ser um ponto de encontro, de convívio.

De moldes completamente diferentes, e mais adaptada aos dias de hoje a feira acontece no segundo fim de semana de Maio. O gado surge agora num contexto de exposição, assim como muitas outras actividades agrícolas. É a agricultura que dá o mote e tema a toda esta festa. Exposições dos mais diversos tipos de produtores e produtos, trazendo sempre a ruralidade ao de cima. Hoje em dia a feira acontece num espaço completamente arranjado e dotado das mais diversas valências para servir da melhor maneira que por lá passa.

Passados muitos, mas mesmo muitos anos da sua criação, a Feira de Garvão continua viva e constitui assim um dos momentos mais altos do nosso Alentejo, uma tradição mantida e que continua de boa saúde. Por isso já sabes, nesta altura ruma a Garvão e visita uma das mais antigas feira do país!

1 comentário

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Inline
Inline