Quinta-Feira da Ascensão – Dia da Espiga

 Quinta-Feira da Ascensão e Dia da Espiga

Em primeiro lugar é preciso referir que são duas celebrações distintas, além de se comemorarem no mesmo dia. A Quinta-Feira da Ascensão, também conhecida por Festa da Ascensão, é uma celebração cristã que acontece em todo as cristãs. Por sua vez o Dia da Espiga, também conhecida por Quinta-feira da Espiga, é uma celebração portuguesa que acontece na Quinta-Feira da Ascensão.

A Quinta-Feira da Ascensão, como festa cristã que é, celebra a ascensão de Jesus ao céu. Os primeiros registos documentais conhecidos desta celebração datam do século V, embora existam relatos que é de origem apostólica. A quinta-feira da ascensão acontece 39 dia após o Domingo de Páscoa, não tendo assim uma data fixa. A data mais precoce possível é 30 de Abril, e 3 de Junho a mais tardia. Esta celebração chega mesmo a ser feriado nacional nalguns países.

O Dia da Espiga, ou também vulgarmente chamado de Quinta-Feira de Espiga, é uma celebração Portuguesa de culto Pagão que se realiza no mesmo dia que a quinta-feira da Ascensão. Neste dia manda a tradição sair se para o campo para ter contacto com a natureza e colher espigas e flores, para assim formar o tão conhecido Ramo da Espiga. O ramo da espiga é composto por diversas plantas campestres em que cada uma delas tem um simbolismo. Uma espiga, que simboliza o pão, um malmequer, que simboliza a fortuna, uma papoila,  o amor, um ramo de oliveira, que simboliza a paz, alecrim, que simboliza a saúde, e a videira, que simboliza a alegria. Diz a tradição que o ramo deve ser pendurado por detrás da porta de entrada de nossas casas, e só deve ser retirado no ano seguindo, aquando a substituição por um novo.

Dia da Espiga Quinta Feira da Ascensão

A comemoração desde dia acontecia um pouco por todo o país. As gentes saíam para o campo, vestidas a rigor, num clima de festa e bailarico. Os piqueniques e merendas inundavam as paisagens. Testemunho disso é a tradicional moda alentejana “Quinta-Feira da Ascensão” que nos conta como seguiam as moças para o campo.

Hoje em dia o Dia da Espiga perdeu a festividade de outros tempos. No entanto existem ainda locais no nosso país que o comemoram, sendo o seu feriado municipal. São o caso do município de: Alcanena, Alenquer, Almeirim, Alter do Chão, Alvito, Anadia, Ansião, Arraiolos, Arruda dos Vinhos, Azambuja, Beja, Benavente, Cartaxo, Chamusca, Estremoz, Golegã, Loulé, Mafra, Marinha Grande, Mealhada, Melgaço, Monchique, Mortágua, Oliveira do Bairro, Quarteira, Salvaterra de Magos, Santa Comba Dão, Sobral de Monte Agraço, Torres Novas, Vidigueira e Vila Franca de Xira.

E então, agora que já sabes tudo isto vais ficar em casa no próximo Dia da Espiga???

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Inline
Inline